Painel de Velocidade WordPress
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pocket
Share on linkedin
Share on email

Talvez você possa pensar que, com conexões de internet cada vez mais rápidas no Brasil, a otimização da velocidade do seu site não seja bem uma prioridade – Mas, garanto a você que é. Se o seu site não carrega dentro de alguns poucos segundos, a maioria das pessoas simplesmente perdem o interesse. Para um site de comércio eletrônico, isso pode significar uma venda perdida e, posteriormente, um grande pedaço de sua receita. Para um blog, pode significar a perda de um leitor fiel que pudesse promovê-lo bastante.

Os motores de busca têm dado preferência à sites mais leves ao longo dos últimos anos. O Google tem ido além, classificando melhor nos resultados das busca (SERPs) os sites mais rápidos, em relação aos sites mais lentos. Isso tem ajudado a colocar a otimização de sites (em se tratando de desempenho) firmemente no centro das atenções.

Neste artigo, eu gostaria de mostrar a você 5 maneiras pelas quais você pode reduzir o tamanho das páginas do site e acelerar o carregamento, e dar aos seus visitantes uma melhor experiência de navegação.

Antes de aplicar qualquer uma das sugestões descritas neste artigo, eu recomendo testar a velocidade do seu site usando um serviço de benchmarking, como GTMetrix, Pingdom Tools ou Google PageSpeed​​. Anote o tamanho da página e tempo de carregamento e, em seguida, execute um novo teste de benchmark, depois de ter modificado o seu site. Isto lhe dará uma compreensão clara de como a velocidade do seu site melhorou.

#1. Remova Plugins desnecessários

Plugins são a razão da plataforma #WordPress ser tão flexível. Infelizmente, plugins são também uma das principais razões de alguns sites WordPress estarem tão lentos. Cada plugin que você ativa adiciona uma carga extra para o seu site. Mesmo plugins básicos com pouca funcionalidade pode abrandar (lentificar) o seu site consideravelmente, especialmente se forem mal codificados. Isto levou muitas empresas de hospedagem WordPress, a não permitirem plugins problemáticos, de serem usado pelos seus clientes.

Um plugin pode tornar um site lento de diversas maneiras:

  • Aumentando o tamanho do seu banco de dados – Os dados adicionais que alguns plugins armazenam, podem ocupar muito espaço em seu banco de dados. Certos tipos de plugins, como plugins estatísticos, são famosos por adicionar centenas ou mesmo milhares de novas linhas ao banco de dados do site. Consequentemente, as páginas demoram mais para carregar.
  • Pedidos persistentes para banco de dados e servidor – As constantes solicitações para seu banco de dados podem colocar um monte de pressão sobre a CPU do seu servidor. Isto pode aumentar o risco de estrangulamento da CPU e ter um efeito prejudicial sobre o desempenho.
  • Chamadas para serviços externos – É difícil otimizar uma página web que faz chamadas excessivas para serviços externos. Os botões de compartilhamento das mídias sociais, por exemplo, pode retardar sua página web por meio segundo ou mais.

Por isso, é imperativo que você desative e exclua qualquer plugin do WordPress que não é vital para o funcionamento do seu site. Não caia no hábito de sair ativando plugins, só porque você pensa em usá-los no futuro. Se um plugin é importante, então deve mantê-lo ativado. Se não for, desinstale o plugin. Você sempre pode reinstalar o plugin, caso precise realmente dele. Leia o nosso Guia de Como Escolher o Melhor Plugin.

Se você quiser uma ideia melhor de como seus plugins estão aumentando o tempo de carregamento das suas página, eu recomendo usar o P3 (Plugin Desempenho Profiler) da GoDaddy. O plugin irá rever todos os plugins que você ativou e detalhes de quanto tempo ele acrescenta ao seu tempo de carregamento da página.

[leia]Quantos plugins você posso ter no WordPress?[/leia]

#2. Reduza o peso de suas imagens

O design dos sites modernos (tableless) é geralmente mais rápido do que o design baseado em tabelas que usávamos alguns anos atrás. Os Designers agora usam o CSS para estilizar seus projetos em vez de tabelas e imagens.

Enquanto o design dos site ficou mais leve, o número de imagens usadas no conteúdo aumentou significativamente. Não é raro hoje em dia ver artigos contendo toneladas de fotos. À medida que cada imagem aumenta o tamanho do arquivo da página web, como resultado, o seu tempo de carregamento também aumenta.

Existem algumas maneiras de reduzir o peso das imagens que você adiciona:

  • Dividir longos posts com imagens em várias páginas usando a opção nextpage.
  • Diminuir o tamanho do arquivo, otimizando suas imagens antes de fazer upload. A maioria dos programas de edição gráfica (por exemplo, Photoshop) tem a opção de fazer isso embutida, no entanto, existem muitas aplicações de otimização de imagem independentes disponíveis, tais como ImageOptim e RIOT .
  • Alternativamente, você pode reduzir o tamanho do arquivo de suas imagens depois de enviá-las por meio de um plugin, como WP-Smush.it, EWWW Image Optimizer ou Hammy.
  • Pode apenas carregar as imagens quando estiverem visíveis na tela de um visitante, usando Lazy Load. Isto irá reduzir significativamente o tamanho inicial do arquivo de uma página.

Reduzir o tamanho de suas imagens também tem a vantagem de reduzir a quantidade de espaço em disco que as imagens usam em seu servidor.

#3. Otimizar seu banco de dados

A configuração padrão do WordPress não tão é eficiente. Ele mantém um monte de informações desnecessárias que inflam o tamanho do seu banco de dados através da retenção de comentários de spam, itens da lixeira e revisões de posts excessivas.

Revisões de Posts são uma das principais razões para o aumento significativo do banco de dados do WordPress. Além de armazenar um salvamento automático (autosave), o WordPress irá manter uma cópia de cada rascunho que você tenha salvo para seus posts e páginas. É um dos meus recursos favoritos, uma vez que protege contra conexões de internet perdidas entre outras coisas.

Mas, infelizmente, além de alguns rascunhos, as revisões de posts podem ser um desperdício, já que o WordPress não limita o número de revisões que são salvas. Portanto, se você salvou o seu artigo cinquenta vezes, então haveria cinquenta versões salvas no banco de dados do site. Isso toma a mesma quantidade de armazenamento no banco de dados de cinquenta posts publicados sem revisões. Já imaginou isso?

Felizmente, o WordPress permite limitar o número de revisões que são salvas. Tudo que você precisa fazer é adicionar uma linha de código ao seu arquivo wp-config.php.

define ('WP_POST_REVISIONS', 3);

[nota]Quaisquer revisões adicionais substituirão automaticamente as versões mais antigas.[/nota]

Pessoalmente, sinto que 3-5 revisões são suficientes; No entanto, alguns proprietários de sites reduzem isso para apenas uma. Você também pode desativar as revisões de posts completamente, alterando o valor “3” no código acima, para “0” ou “false”. Se você não estiver seguro para editar o seu arquivo wp-config.php, eu recomendo usar um plugin, como o Simple Revision Control.

Outra coisa que você pode querer considerar, é a redução do tempo que itens são mantidos na lixeira. Sempre que você exclui um registro através do seu painel de administração do WordPress, seja um post, página, ou comentário, o WordPress irá mover tal item para a lixeira. Este é um sistema à prova de falhas, que permite restaurar todos os itens que foram apagados acidentalmente.

Por padrão, o WordPress irá apagar automaticamente os itens que estiveram no lixo depois de 30 dias. Mas, esse tempo pode ser reduzido, adicionando a seguinte linha ao seu arquivo wp-config.php:

define('EMPTY_TRASH_DAYS', 7);

O código acima reduz o tempo do item na lixeira para 7 dias.

Um ótimo plugin para otimizar seu banco de dados é o Optimize Database after Deleting Revisions. Ele permite que você exclua revisões, comentários de spam, tags não utilizadas e muito mais. Outro bom plugin é o Plugins Garbage Collector. Ele irá analisar o seu banco de dados e remover qualquer “lixo” que plugins desativados esqueceram de remover.

Seu tempo de resposta do servidor poder ser significativamente melhorado, mantendo-se o menor o tamanho possível para seu banco de dados do WordPress, então, eu devo encorajá-lo a agir e otimizar seu banco de dados.

#4. Ativar um Recurso de Cache

Plugins de cache permitem a geração de arquivos HTML estáticos de suas páginas dinâmicas, para exibi-los aos visitantes. Utilizando o cache, é possível ter uma grande melhoria (até 90%) em seus tempos de carregamento de página, assim como o número de solicitações (requests) para o servidor também diminuem consideravelmente.

Há muitos excelentes plugins de cache disponíveis para WordPress. De longe, os mais populares são W3 Total Cache (é o que eu uso na maioria dos meus sites) e WP Super Cache.

Além de gerar arquivos HTML estáticos, os plugins de cache também melhoram a velocidade do seu site de diversas maneiras. Eles suportam métodos de otimização, como gzipping, cache do navegador, minification(minify) , compressão de CSS e Javascript, e muito mais. Muitos plugins de cache também integram-se bem com as redes de distribuição de conteúdo (#CDN).

#5. Use uma Content Delivery Network (CDN)

Toda vez que você visita um site, o seu computador faz o download de arquivos a partir do servidor em que o site está hospedado, certo? O tempo que leva para que esta informação seja recebida é conhecido como o tempo de resposta (response time); que pode ser um dos maiores motivos de um site carregar lentamente.

Os tempos de resposta podem ser de meio segundo apenas. Quando você adiciona o tamanho total do arquivo de uma página web, o tempo total que uma página leva para carregar pode adicionar até alguns segundos. Quanto mais longe você estiver de onde o site está hospedado, maior será o tempo de resposta – Mesmo que seja uma pequena diferença.

Content Delivery Networks pegam cópias de seus arquivos e armazena-as em alguns dos seus Data Centers ao redor do mundo. Em vez de baixar uma cópia de seus arquivos diretamente do seu servidor, os visitantes vão baixar automaticamente uma cópia de um Data Center que esteja mais próximo a eles. Isso garante que todos os visitantes vão ter tempos de carregamento mais rápidos durante a visualização de seu site.

Existem vários grandes players no mercado de CDN. Eu, pessoalmente, vejo muitas recomendações para o MaxCDN (Confesso que até o momento deste post não usei ainda). Ele é usado por grandes sites como da Nissan e StumbleUpon. Eles também têm feitos parceiros em uns 90 países.

Sei também que se você for usar MaxCDN, eles vão hospedar arquivos que levam muito tempo para download. Isso inclui imagens, arquivos CSS e JavaScript. Estes arquivos maiores, então, serão entregues aos visitantes através de um Data Center mais próximo. Como resultado disso, os tempos de carregamento da página serão drasticamente reduzidos. Isto é em parte devido ao seu tempo de resposta médio de apenas 39 milissegundos.

As melhores Redes de Distribuição de Conteúdo não são gratuitas, no entanto, tenha em mente que os seus custos de hospedagem serão reduzidos significativamente, já eles lidam com a maior parte de sua banda. O que é bom sobre o MaxCDN, é que eles têm um excelente preço e um serviço confiável.

Conclusão

Já havíamos mostrado o Infográfico: Como Obter Velocidade Máxima com WordPress, mas quis detalhar um pouco mais sobre o assunto. Espero que tenha gostado deste post sobre como você pode melhorar a velocidade do seu site WordPress. Eu falei acima, sobre o que eu considero ser os principais fatores que impactam o tempo de carregamento das páginas web.

Se você precisa obter mais velocidade, reduzir o tempo de carregamento do seu site, melhorar a performance e otimizar seus custos de hospedagem, considere nosso serviço de Otimização de Performance. Tenho certeza que ele pode ajudar bastante no desempenho do seu site e evitar que você “deixe bastante dinheiro na mesa”.

Agora é sua vez!

Quais os passos que você toma para otimizar seus sites WordPress, em relação ao desempenho? Sinta-se livre para deixar um comentário abaixo.

Por gentileza, compartilhe este conhecimento em suas redes sociais, seus amigos ficarão gratos. E, não esqueça de inscrever seu e-mail ao lado para receber mais dicas.

Até breve,

Asllan Maciel

Asllan Maciel

Asllan Maciel

Asllan Maciel, Fundador do WP24Horas, Consultor de Marketing Digital e amante do Empreendedorismo Digital. Tem um caso de amor com o WordPress.

Deixe uma resposta

Aqui utilizamos o Google reCAPTCHA por medidas de segurança. Veja mais detalhes em Política de Privacidade e Termos de Uso

Eu aceito os termos!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar Menu
×

Carrinho