Blog

Guia Passo a Passo para Redesenhar seu site WordPress

Guia Redesign no WordPress
Guias para Iniciantes

Guia Passo a Passo para Redesenhar seu site WordPress

Seguindo a série de posts sobre a Manutenção do WordPress, neste artigo, vou dar um passo a passo para você seguir na hora que for redesenhar seu site WordPress. Por quê? Como as tendências de design vêm e vão rapidamente, é fácil para o seu site começar a parecer obsoleto, se você não atualizar o design, pelo menos, a cada dois anos. O #WordPress torna fácil a mudança para um novo tema, sem afetar o conteúdo do seu site – você não tem que passar dias fazendo uma transição complicada.

No entanto, ainda é uma boa ideia planejar adequadamente o lançamento do seu novo design, principalmente se você tem um grande site com uma grande quantidade de tráfego. Ter um plano passo-a-passo a seguir, pode minimizar a possibilidade de eventuais problemas que podem ocorrer, e ajudar a garantir um relançamento tranquilo, com o mínimo de paralisação.

#1. Faça Backup do seu Site Antigo

Antes de fazer qualquer coisa, é importante fazer backup dos seus arquivos e banco de dados do WordPress, no caso de algo dar errado e você precisa restaurar seu design original.

Você pode começar, fazendo uma cópia de todos os arquivos do seu site, para seu computador local, através do FTP.

O método para fazer backup de seu banco de dados vai variar um pouco dependendo do seu serviço de hospedagem. O guia do WordPress.org abrange praticamente tudo que você precisa saber.

Se você tem dificuldades com isso, existem alguns plugins que podem ajudá-lo. Para estes casos, eu recomendo o WordPress Duplicator, pois facilita a criação de uma cópia do seu site para fins de teste (veja o passo 3 abaixo). Outro plugin de backup premium, que usamos aqui no site e vale a pena analisar é BackupBuddy ($80 para até 2 sites).

Se você não quer “sujar as mãos” fazendo backups, então, considere contratar um serviço gerenciado para fazer isso por você. VaultPress faz isso a partir de uns $5 por mês, e realiza backups diários automáticos através de um plugin. Estes serviços de backup também podem ser muito úteis se o seu site está sempre com problemas, ou para quando você quiser migrar para um novo servidor.

[leia]Como fazer backups com o BackupBuddy[/leia]

#2. Limpe seu site

O lançamento de um redesign é uma grande oportunidade para limpar o seu site através da correção de links quebrados, a exclusão de comentários de spam e para limpar plugins e temas antigos.

Comece eliminando quaisquer plugins e temas que você não está usando. Cada plugin que você instala é um potencial ponto fraco para o seu site em relação à defesa máxima contra hackers. Use o mínimo possível de plugins e certifique-se de atualizá-los para as novas versões assim que elas estiverem disponíveis. Você também deve certificar-se de que você está usando a última versão do WordPress.

Otimize seu banco de dados para limpar dados não utilizados e para acelerar o seu site. O plugin WP-DBManager irá fazer isso por você muito bem.

Akismet é um plugin anti-spam muito bom, mas se você não lidou muito bem com o spam, da forma que deveria, então, isso pode exigir um tempo para apagar todos os comentários velhos. Você pode acelerar o processo, editando suas opções de tela para exibir mais comentários por página, ou indo manualmente no banco de dados e executar um comando para apagar comentários em massa. Há também um plugin útil para fazer isso, é claro!

Você pode corrigir links quebrados facilmente com o plugin Broken Link Checker.

Considere a instalação de alguns plugins de segurança para fortificar sua instalação do WordPress, caso você ainda não tenha. All In One WP Security & Firewall é um ótimo plugin, que irá proteger o seu site de uma série de ataques diferentes. O plugin Sucuri SiteCheck (e o serviço Sucuri) também é útil para o escaneamento do seu site em busca de malware e alertá-lo, caso o seu site esteja comprometido.

Depois de limpar o seu site, faça backup novamente (#1).

#3. Instale seu novo Tema em um Site de Teste

É sempre melhor instalar um novo site WordPress para teste, antes de mudar para um novo tema ou fazer grandes mudanças no seu site. Sites de teste também são úteis para conferir plugins e widgets, sem colocar o seu site em risco.

Para configurar um site, você pode instalar o WordPress localmente no seu próprio computador (no Windows ou no Mac – que requer um pouco mais de habilidade técnica e esforço) ou você pode simplesmente instalar uma nova instância do WordPress em uma sub-pasta do seu domínio em sua conta de hospedagem normal. Se você optar por fazer isso, certifique-se de marcar a opção para evitar que os motores de busca indexem o site, localizada em Configurações > Leitura. Você pode protegê-lo ainda mais, usando o plugin WP Maintenance Mode, para bloquear visitantes não-registrados, para que não vejam o site

Preferencialmente, o site de teste deve ser exatamente o mesmo que o seu site ao vivo – um tema em uma nova instalação do WordPress pode funcionar bem, mas quando se trata de instalá-lo em seu próprio site, há uma chance de apresentar um conflito com um plugin ou ter algum outro problema.

Para duplicar o seu site em sua instalação de teste, você precisará importar o banco de dados que você salvou no passo (#1), e fazer o upload de todos os arquivos de conteúdo relevante. Isso pode ser um pouco complicado, mas a forma mais segura (livre de problemas) que eu encontrei de fazer isso é usando o plugin WordPress Duplicator que eu também mencionei no passo (#1). Confira nosso Guia de como usar o Duplicator.

#4. Verifique seu Site de Teste

Depois de configurar o site de teste, verifique se todos os plugins que você usa estão instalados e ativados antes de ativar seu novo tema. Você deve então, metodicamente, passar por cada seção do seu site para verificar se tudo está funcionando como esperado.

Se você usa imagens destacadas em seus posts, é muito provável que o novo design não vai usar os mesmos tamanhos de imagem como do seu tema anterior. Então, você pode reconstruir suas miniaturas com o plugin Regenerate Thumbnails.

Alguns temas vêm com modelos de página personalizada e se você deseja usar para algumas de suas páginas, você vai precisar entrar em cada página para alterar o modelo manualmente. Se você quiser pode aplicar essa alteração em massa, que é mais fácil de fazer através da tela de páginas.

Se o seu novo tema tem configurações dentro do painel, certifique-se de anotar tudo que você vai mudar, de modo que você possa fazer o mesmo no site ao vivo. Alguns temas permitem exportar e importar configurações, o que é uma boa opção, se estiver disponível.

#5. Ative o Novo Tema no Site Ao Vivo

Se o seu novo design estiver funcionando perfeitamente em seu site de teste, ou há apenas alguns ajustes que você precisa fazer, vá em frente e ative-o em seu site ao vivo. Lembre-se de importar ou alterar quaisquer configurações feitas no site de teste. Em seguida, navegue pelo site novamente e certifique-se que tudo está funcionando na versão ao vivo.

Para fazer edições mais extensas ou se o plugin Regenerate Thumbnails levou algumas horas para fazer o seu trabalho, porque você tem muitas imagens, você provavelmente vai querer bloquear o acesso ao seu site temporariamente.

Use o plugin WP Maintenance Mode para que seus usuários saibam que seu site está em manutenção, enquanto você atualiza. Você pode até mesmo colocar uma contagem regressiva sobre isso para indicar quando o site deve estar totalmente funcional novamente. Lembre-se de desativar o plugin assim que você terminar a edição e testes.

[leia]Como criar uma página de manutenção no WordPress[/leia]

#6. Crie um Post sobre seu Redesign

Parabéns! Você lançou com sucesso um redesign!

Agora, certifique-se de deixar seus leitores saberem sobre a mudança. Os leitores que vêem o seu site através de um leitor de RSS, podem não ver o seu novo design, a menos que você diga a eles sobre isso.

Às vezes, caches do navegador podem fazer com que o seu novo design não carregue corretamente ou que seja apenas parcialmente carregado. Se este é o caso de alguns de seus leitores, instrua-os à atualizar a página ou limpar seu cache para resolver o problema.

Conclusão

É mais fácil do que parece!

Pode soar como algo bem difícil mudar o seu tema WordPress, mas na verdade, a maioria dos conselhos dados aqui são apenas uma precaução para o caso de algo dar errado. Na grande maioria dos casos, você pode apenas selecionar o seu novo tema a partir do painel e ser feliz. Para os sites menores, você até pode muito bem querer experimentar esta estratégia, mas para sites maiores, eu definitivamente aconselho fazer backup e depois um lançamento mais formal, conforme detalhado acima.

Se você tiver algumas dicas úteis, ferramentas ou plugins para o lançamento de um redesign do WordPress, por favor, compartilhe-as nos comentários abaixo.

Espero que tenha gostar deste post e que lhe seja útil quando resolver mudar o tema do seu WordPress.

Se você realmente gostou, compartilhe-o nas suas redes sociais e não esqueça de inscrever seu e-mail ao lado para receber as atualizações deste e outros posts.

Um abraço,

Assinatura Asllan Maciel

Deixe seu comentário aqui...

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Nosso site usa cookies e, portanto, coleta informações sobre sua visita para melhorar nosso site (por meio de análise), mostrar a você conteúdo de mídia social e anúncios relevantes. Por favor, consulte nossa página Termos & Políticas para mais detalhes ou concorde clicando no botão 'Aceitar'. OBS: Ao continuar a navegação, você, automaticamente, concorda.

Configurações de Cookies

Abaixo, você pode escolher os tipos de cookies que quer permitir neste site. Clique no botão "Salvar Configurações de Cookies" para aplicar sua escolha.

FuncionalNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.

AnalíticoNosso site usa cookies analíticos para permitir a análise de nosso site e a otimização para o propósito de a.o. a usabilidade.

Mídia SocialNosso site coloca cookies de mídia social para mostrar conteúdo de terceiros, como YouTube e Facebook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

PublicidadeNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OutrosNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços que não são analíticos, mídia social ou publicidade.