Blog

Gerenciando o Banco de Dados do WordPress com phpMyAdmin

Banco de Dados WordPress
Guias para Iniciantes

Gerenciando o Banco de Dados do WordPress com phpMyAdmin

O WordPress foi escrito usando o PHP como sua linguagem de script e MySQL como seu sistema de gerenciamento de banco de dados (SGBD). Para utilizar o WordPress, você realmente não precisa aprender qualquer um deles. No entanto, um entendimento básico dos dois poderá ajudá-lo a solucionar problemas, bem como aumentar sua compreensão sobre como o WordPress funciona. Neste artigo, vamos explicar como o WordPress utiliza o banco de dados, incluindo uma cartilha sobre as tabelas padrões do banco de dados do WordPress. Também vamos mostrar como gerenciar um banco de dados do WordPress usando o phpMyAdmin, que incluirá a criação de backups de banco de dados, otimizar o banco de dados do WordPress e muito mais.

Como o WordPress utiliza o banco de dados

WordPress usa o PHP (linguagem de programação) para armazenar e recuperar dados a partir do banco de dados. As informações armazenadas em um banco de dados WordPress incluem: posts, páginas, comentários, categorias, tags, campos personalizados, usuários e outras opções do site, tais como URLs do sites, etc. Vamos tratar sobre isso mais a frente no tutorial, quando falarmos sobre todas as tabelas do banco de dados do WordPress. Quando você for instalar o WordPress, ele pedirá que você forneça o nome do seu banco de dados, servidor, nome de usuário e senha. Essas informações são armazenadas no arquivo de configuração (wp-config.php). Fornecimento de informações do banco de dados durante a instalação do WordPressDurante a instalação, o WordPress utiliza as informações fornecidas sobre o banco de dados para criar tabelas e armazenar dados padrões da instalação nessas tabelas. Após a instalação, o WordPress executa consultas a esse banco de dados para gerar dinamicamente páginas HTML para o seu site ou blog. Isto é o que faz com que o WordPress seja extremamente poderoso, porque você não tem que criar um novo arquivo html para cada página que você deseja criar. O WordPress lida com tudo de forma dinâmica.

Compreendendo as tabelas do banco de dados do WordPress

Cada instalação do WordPress tem 11 tabelas padrões do seu banco de dados. Cada tabela do banco de dados contém dados para diferentes seções, características e funcionalidades do WordPress. Olhando a estrutura dessas tabelas, você pode facilmente entender onde diferentes partes do seu site são armazenadas. Atualmente, uma instalação padrão do WordPress cria as seguintes tabelas: Nota: O “wp_” antes de cada nome de tabela é o prefixo do banco de dados que você escolhe durante a instalação. No seu caso, pode ser diferente, caso tenha alterado.

  • wp_commentmeta: Esta tabela contém meta informações sobre os comentários postados em um site WordPress. Esta tabela possui quatro campos meta_id, comment_id, meta_key e meta_value. Cada meta_id está relacionado a um comment_id. Um exemplo de meta informação de comentário armazenada é o status do comentário (aprovado, pendente, lixo, etc.)
  • wp_comments: Como o nome sugere, esta tabela contém os comentários do WordPress. Ele contém o nome do autor do comentário, url, e-mail, comentário, etc.
  • wp_links: Para gerenciar blogrolls. Criada por versões anteriores do WordPress ou pelo plugin Link Manager.
  • wp_options: Esta tabela contém a maioria das configurações amplas do seu site WordPress, tais como: url do site, e-mail do administrador, a categoria padrão, posts por página, formato da hora e muito muito mais. A tabela de opções também é utilizada por inúmeros plugins WordPress para armazenar suas configurações.
  • wp_postmeta: Esta tabela contém meta informações sobre os posts, páginas e tipos de post personalizados do seu WordPress. Um exemplo de meta informação de post seria o modelo a ser usado para exibir uma página, campos personalizados, etc. Alguns plugins também usam essa tabela para armazenar dados seus dados, tais como informações de SEO do WordPress.
  • wp_posts: O nome já diz, os posts, mas na verdade esta tabela contém todos os tipos de posts ou, devemos dizer, tipos de conteúdo. Esta tabela contém todos os seus posts, páginas, revisões e tipos de post personalizados.
  • wp_terms: O WordPress tem um poderoso sistema de taxonomia que permite organizar seu conteúdo. Itens de Taxonomia individuais são chamados de termos e eles são armazenados na tabela. Exemplo, as categorias e tags do seu WordPress são taxonomias e cada categoria e tag dentro dele é um termo.
  • wp_term_relationships: Esta tabela gere a relação de tipos de post com os termos da tabela wp_terms. Esta é a tabela que ajuda o WordPress a determinar que post X está na categoria Y.
  • wp_term_taxonomy: Esta tabela define taxonomias para termos definidos na tabela wp_terms. Por exemplo, se você tem um termo ” Tutoriais WordPress”, então esta tabela contém os dados que diz que está associado a uma categorias da taxonomia. Em suma esta tabela tem os dados que ajudam o WordPress a diferenciar entre o que é uma termo de categoria, e o que é uma tag, etc
  • wp_usermeta: Contém meta informações sobre os usuários do seu site.
  • wp_users: Contém informações do usuário, como nome de usuário, senha, e-mail do usuário, etc.

Gerenciando o Banco de Dados WordPress usando o phpMyAdmin

phpMyAdmin no cPanelO phpMyAdmin é um software de código aberto (open source) que fornece uma interface gráfica para o usuário com base na web para gerenciar seu banco de dados mySQL. A maioria dos provedores de hospedagem WordPress têm o phpMyAdmin instalado em seu painel de controle. Isso permite que os usuários acessem facilmente o banco de dados e executem tarefas comuns de gerenciamento de banco de dados. Todos os provedores de hospedagem que recomendamos usam o cPanel. Para acessar o phpMyAdmin no cPanel, vá até Bancos de Dados e clique em phpMyAdmin. Isto irá abrir o phpMyAdmin em uma nova aba do navegador. phpMyAdmin Clicando em bancos de dados será exibida uma lista de bancos de dados que você criou ou tem acesso. Clique no seu banco de dados WordPress, e ele vai te mostrar a lista de suas tabelas de banco de dados. phpMyAdmin - Tabelas do WordPress Você pode executar várias tarefas no phpMyAdmin, como: localizar / substituir uma determinada palavra no seu post, reparar o seu banco de dados, otimizar o seu banco de dados, adicionar novos usuários admin, desativar todos os plugins, alterar senhas etc etc etc Nota: Antes de alterar qualquer coisa, você deve fazer um backup do banco de dados. Pois, não existe um botão de desfazer. Então, basta fazer o backup.

Criando um backup do banco de dados WordPress usando o phpMyAdmin

Para criar um backup no phpMyAdmin, clique no seu banco de dados WordPress. No menu superior, clique na guia Exportar. Nas versões mais recentes do phpMyAdmin, ele irá pedir-lhe um método de exportação. O método rápido (Quick) vai exportar seu banco de dados para um arquivo .sql. No método personalizado (Custom), ele irá fornecer-lhe mais opções e a capacidade de download do backup num arquivo compactado ou gzip. Recomendamos a utilização do método personalizado e escolher zip como o método de compressão. O método personalizado também permite que você exclua tabelas (desmarcar para não exportar) do banco de dados. Vamos dizer que se você usou um plugin que criou uma tabela dentro do seu banco de dados WordPress, então você pode optar por não selecionar esta tabela no backup, se quiser. Exportando o Banco de Dados WordPress usando o phpMyAdmin Seus arquivos de banco de dados exportados podem ser importados de volta para um banco de dados diferente ou o mesmo usando a guia de importação do phpMyAdmin.

Criando um backup do WordPress usando um Plugin

Manter backups regulares do seu site WordPress é a melhor coisa que você pode fazer para a segurança do seu WordPress. O banco de dados do WordPress contém maioria das informações do seu site, mas ele ainda carece de um elemento bastante importante, as imagens. Todas as suas imagens são armazenadas na pasta “uploads” no seu diretório /wp-content/. Mesmo que o banco de dados tenha a informação de que a imagem está linkada  no post, será inútil se a pasta de imagens não tiver esses arquivos. Muitas vezes, os Iniciantes WordPress pensam que o backup do banco de dados é tudo o que eles precisam. Mas, isso não é verdade. Você precisa ter um backup completo do site, que inclui os seus temas, plugins e imagens. NÃO, empresas de hospedagem não mantém backups diários. Nota: Se você tiver uma solução de hospedagem gerenciada como a WPEngine, então você não precisa se ​​preocupar. Eles cuidam dos backups diários. Para a maioria de nós, que não está no WPEngine, devemos usar uma das muitas soluções disponíveis para manter backups regulares do seu site. Estamos usando VaultPress, um serviço pago mensalmente, para manter backups regulares do nosso site. Para aqueles de vocês que gostam de plugins e não gostam de pagar taxas mensais, nós recomendamos que verifique o BackupBuddy, que é de longe, a solução de backup mais completa para WordPress.

Otimizar o seu banco de dados WordPress no phpMyAdmin

Depois de usar o WordPress por um tempo seu banco de dados torna-se fragmentado. Há overheads de memória, o que aumenta o tamanho total do banco de dados e tempo de execução da consulta. Para aqueles que se lembram de PCs antigos, devem lembrar também que o computador ficava mais rápido uma vez que você usasse o Desfragmentador de Disco. O banco de dados MySQL funciona de uma forma semelhante. Ele vem com um comando simples que permite otimizar seu banco de dados. Vá até o phpMyAdmin e clique no seu banco de dados WordPress. Isto irá mostrar a lista de tabelas do seu WordPress. Clique no link “Marcar Todos” abaixo das tabelas. Próximo a ele, há um menu drop down “Com marcados:”, clique sobre ele e escolha “Otimizar tabela“. Otimizar o seu banco de dados WordPress usando o phpMyAdmin Isto irá otimizar suas tabelas WordPress desfragmentando-as. Isso fará com que suas consultas WordPress sejam um pouco mais rápidas e reduza um pouco o tamanho do seu banco de dados.

Outras coisas que você pode fazer usando o phpMyAdmin

Há muitas coisas que você pode mudar em seu site WordPress, alterando os valores no banco de dados usando o phpMyAdmin. No entanto, é altamente recomendável nunca fazê-lo, a menos que seja absolutamente necessário ou se você souber o que está fazendo. Certifique-se que tenha feito primeiro o backup do seu banco de dados antes de fazer quaisquer alterações nele. Abaixo estão algumas das coisas que você pode fazer com o seu banco de dados:

Protegendo seu Banco de Dados WordPress

Antes de falarmos sobre isso, queremos enfatizar que cada site pode ser hackeado. No entanto, existem algumas medidas que você pode tomar para torná-lo um pouco mais seguro. A primeira coisa que você pode fazer é a mudar o prefixo do banco de dados WordPress. Isso pode reduzir significativamente as chances de ataques de injeção de SQL em seu banco de dados WordPress, porque muitas vezes os hackers tem como alvo sites de massas que geralmente usam o prefixo “wp_” padrão das tabelas do WordPress. Você deve sempre escolher um nome de usuário e uma senha forte para o seu MySQL. Isto também tornará mais difícil para alguém ter acesso ao seu banco de dados. Para aumentar a segurança do WordPress, nós recomendamos fortemente que você use Sucuri. Aqui estão 5 razões pelas quais usamos Sucuri. Esperamos que este guia tenha ajudado a melhorar a sua compreensão sobre o banco de dados do WordPress e como ele funciona. Queremos saber, deixe seu comentário abaixo.

Deixe seu comentário aqui...

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Nosso site usa cookies e, portanto, coleta informações sobre sua visita para melhorar nosso site (por meio de análise), mostrar a você conteúdo de mídia social e anúncios relevantes. Por favor, consulte nossa página Termos & Políticas para mais detalhes ou concorde clicando no botão 'Aceitar'. OBS: Ao continuar a navegação, você, automaticamente, concorda.

Configurações de Cookies

Abaixo, você pode escolher os tipos de cookies que quer permitir neste site. Clique no botão "Salvar Configurações de Cookies" para aplicar sua escolha.

FuncionalNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.

AnalíticoNosso site usa cookies analíticos para permitir a análise de nosso site e a otimização para o propósito de a.o. a usabilidade.

Mídia SocialNosso site coloca cookies de mídia social para mostrar conteúdo de terceiros, como YouTube e Facebook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

PublicidadeNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OutrosNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços que não são analíticos, mídia social ou publicidade.