Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pocket
Share on linkedin
Share on email

Checklist: 12 Pontos para Criação de Personas

Você, muito provavelmente, já deve ter ouvido alguém falar sobre a importância da definição correta do seu público-alvo, também chamado de Avatar ou Persona, certo? Ontem mesmo, eu havia falado disso nos 3 conceitos de Como Construir uma Lealdade Insana e Tornar as Pessoas Fanaticamente Viciadas em Você – e o que vamos falar hoje é sobre um destes pontos.

De fato, é impossível ter uma comunicação de marketing eficiente se não sabemos com quem falar ou com quem estamos falando. Imagine se o telefone da sua casa tocasse, e quando você atendesse, uma pessoa começasse a falar. Tenho certeza que a primeira coisa que você gostaria de saber é com que está falando. Isso pode mudar completamente a forma como vamos continuar a conversa. Pode mudar tudo!

Nos seus processos de marketing, digital ou não, você precisa definir sua Persona. Personas de Marketing são versões imaginárias de seus prospects, clientes, o público que contêm em profundidade, traços de caráter realistas, incluindo nomes, para ajudar a desenvolver seu conteúdo e marketing.

Veja o que a Wikipedia diz sobre Personas.

[Tweet “Um guia preciso da sua Persona vai definir suas decisões de marketing e conteúdo.”]

Dica: O ideal é desenvolver pelo menos três personas diferentes, com características únicas.

12 Pontos para a Criação do seu Avatar

Desenvolver personas para seus diversos segmentos de mercado requer uma compreensão da sua base de clientes. Aqui está uma lista de perguntas que podem ajudar você a conhecer melhor quem são seus clientes. Tenha em mente, que o seu objetivo é dar corpo a estas personagens como se fossem pessoas reais, incluindo um nome.

#1. Quais são as suas características demográficas?

Especificamente, onde eles vivem, seu sexo, qual o nível educação (estudo) que eles têm, qual é o seu nível de renda ou classe social, quantas pessoas vivem em sua casa e quais são as suas necessidades?

#2. Qual é o seu estilo de vida?

Isso traduz seu nível de renda e como eles pensam em gastar o seu dinheiro. Eles compram produtos com preços elevados para “exibir” ou são conservadores em seus gastos – Tais como manter seus carros até que eles não funcionem mais?

#3. Quais são os seus interesses?

O que eles gostam de fazer em seu tempo livre? Eles são religiosos? Será que eles têm passatempos especiais? Será que eles gostam de viajar? Se sim, como e onde? Eles participam de esportes ou os acompanham em vários meios de comunicação?

#4. Quem influencia as suas escolhas de produtos?

Eles são o principal comprador de uma casa? São seus pais que fazem a maioria das compras? Quem é que eles consultam sobre as compras? Influenciadores podem incluir o cônjuge ou companheiro, filhos, pais, amigos e outras pessoas ou grupos? Não esquecer as influências de mídias sociais!

#5. Quais são seus objetivos pessoais?

Aqui é onde a Hierarquia de Necessidades de Maslow vale a pena ser considerada, e como ela se aplica ao seu público-alvo. Há cinco níveis: Auto-realização, Estima, Social, Segurança e Fisiologia.

Hierarquia de necessidades de Maslow

Onde é que o seu produto se encaixam nesta escala e como isso influencia os compradores?

#6. O que eles gostam de uma perspectiva emocional?

Considere sua personalidade e crenças relacionados. Como eles reagem emocionalmente a eventos positivos e negativos?

#7. Quais foram os seus comportamentos passados?

Como eles gastam ou gastaram o dinheiro? Como isso se relaciona com a sua empresa? O que eles têm comprado e em que ponto do ciclo de oferta (Preço cheio versus preço significativamente reduzido?)

#8. Por que eles interagem com sua empresa e seus concorrentes?

Será que eles gostam ou não gostam seus produtos? Quais são as especificações? Como eles se sentem sobre os produtos de seus concorrentes? Há obstáculos para a compra e uso de seus produtos?

#9. O que eles querem de sua empresa?

Eles estão apenas à procura de produtos básicos com o menor custo? Eles querem ajuda especial para usá-los? Será que eles querem participar ativamente como um fã?

#10. Onde é que eles procuram para obter informações sobre sua categoria de produto?

Será que eles vão pesquisar online? Será que eles usam os motores de busca? Se sim, como e que tipos de palavras que eles utilizam? Será que eles participam nas mídias sociais para fazer compras?

#11. Que tipo de informação que eles querem?

Eles estão procurando detalhes do produto, comentários de clientes, informações de compra, suporte ao produto ou outras opções?

#12. Onde eles estão quando pesquisam por informação?

Por exemplo, durante seus lanches, entre outras atividades, ou eles estão pesquisando para fins específicos. Que tipo de dispositivo(s) que eles estão usando? Isso se relaciona também com o tipo de conteúdo e seus hábitos de consumo de conteúdo. Eles estão em um smartphones em sua loja ou do seu concorrente? Quais são as suas limitações de tempo para o consumo de conteúdo e para a compra?

[Extra] 3 Tipos de Dados para Adicionar às suas Personas de Marketing

Para ajudá-lo a construir seu avatar, use os seguintes dados para ampliar sua perspectiva e cultivá-los, dentro da sua realidade.

#1. Dados Existentes

Use informações internas e de terceiros para coletar informações adicionais sobre suas personas.

#2. Interações de mídia social

Avaliar como essas pessoas usam e interagem em plataformas de mídia social. Eles são espectadores, comentadores ou criadores?

#3. Interações da Vida Real

Quem na sua empresa lida com essas perspectivas, clientes e com o público? Incluir o atendimento ao cliente, varejo, vendas, mídia social, etc.

Depois de terminar o desenvolvimento de suas personas de marketing, compartilhe-as com as pessoas da sua empresa ou equipe (caso haja) para determinar se eles estão no caminho certo em termos relacionados ao seu produto e marketing.

[Extra] 2 Ferramentas Úteis para Criação de Personas

Em breve vou falar sobre o Mapa da Empatia, um framework incrivelmente poderoso para ajudar na definição do seu público-alvo. Mas aqui estão duas ferramentas (1 gratuita), para ajudar no processo de definição do seu avatar:

Conclusão

Preciso dizer mais alguma coisa sobre a importância da definição do seu público-alvo ideal para suas estratégias de marketing?

Quer um último conselho? Categorize suas personas e comece a trabalhar em cima delas, para ajudá-lo a desenvolver suas estratégias de negócios e táticas de marketing para cada produto. Especifique aquelas que você deseja focar, aquelas que farão bem, as que vão se tornar compradoras, mas também aquelas que você não quer como clientes.

Em breve vou mostrar a você como integrar sua persona no seu planejamento de marketing – O que acha disso? Comente abaixo

Agora é sua vez…

Você já criou sua persona para o seu marketing e desenvolvimento de conteúdo? Se sim, qual foi sua experiência? Comente abaixo.

Até o próximo post,

Assinatura Asllan Maciel

 

Asllan Maciel

Asllan Maciel

Asllan Maciel, Fundador do WP24Horas, Consultor de Marketing Digital e amante do Empreendedorismo Digital. Tem um caso de amor com o WordPress.

Este post tem 2 comentários

  1. Ótimo artigo, Asllan… Gostei do blog, parabéns!

    1. Opa Chico… Que bom que gostou! Seja bem vindo ao site e volte sempre… Para não perder nada, inscreva-se para nossa lista. 😉

Deixe uma resposta

Aqui utilizamos o Google reCAPTCHA por medidas de segurança. Veja mais detalhes em Política de Privacidade e Termos de Uso

Eu aceito os termos!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar Menu
×

Carrinho